Dicas de Viagem: Ko Phi Phi

Viagem de 5 dias e 4 noites realizada em Janeiro de 2017, durante o Inverno no hemisfério norte.


Visto

Brasileiros não precisam de um visto de turismo para uma viagem de até 3 meses de estadia para visitar a Tailândia. Outras cidadanias podem verificar a necessidade de visto através desse link.

Como Chegar

O voo foi escolhido pelo Skyscanner, partindo de Nagoya pela China Eastern pelo valor aproximado de 450.00USD, ida e volta, via Shanghai, com duração de aproximadamente 11 horas, pousando no aeroporto de Phuket.

Ao chegar ao aeroporto de Phuket a opção mais confortável é pegar um táxi até o hotel que sai em torno de 500.00THB.

Hotel

Dois hotéis foram escolhidos nessa viagem através do Agoda: um apenas para passar uma noite e depois partir para Ko Phi Phi e outro para realmente ficar em Phuket.

O hotel para a pernoite foi o Chino Town Gallery Guesthouse, perto do centro de Phuket e do porto, o que era necessário para embarcar para Ko Phi Phi. Foi escolhido por dois fatores: custo x benefício e localização. Além de ter um staff muito agradável, o hotel oferece diárias em quartos duplos a partir de 24.00USD. Às vezes a própria dona está atendendo. De lá e possível facilmente fazer passeios a pé pelo centro da cidade.

O hotel escolhido para ficar em Ko Phi Phi foi o Phi Phi Hotel. Apesar de não ter elevador, conta com piscina, café da manhã razoável, ar condicionado funcionando bem nos quartos e em alguns casos com vista para o mar, o que é sensacional. Uma coisa não há dúvida: o staff é bem atencioso! 


O hotel fica bem próximo ao porto de Ko Phi Phi, que é uma pequena ilha e numa distância à pé você estará em qualquer lugar.

Primeiro Dia

Táxi do aeroporto para o Chino Town Gallery Guesthouse e check-in no hotel. 



Se a chegada for tarde, vale à pena comer algo ainda no aeroporto. Como o tempo estava muito bom nos primeiros dias, a estratégia foi ir logo à Ko Phi Phi e depois retornar à Phuket para curtir por lá e minimizar riscos de retorno ao aeroporto, pois eventualmente o ferry entre Phuket e Ko Phi Phi fica indisponível por mau tempo.

Segundo Dia


Inicie o dia tomando café da manhã no Siam Bakery, uma excelente opção próxima ao hotel. Eles oferecem sets de café da manhã por preços bem atrativos!


Se seus planos e começar a viagem já visitando Ko Phi Phi, então é hora de fazer check-out do hotel e partir para essa beleza de ilha. Caso contrario, você pode continuar esse post pulando para o terceiro dia.

Pegue um táxi para o porto e depois pegue o ferry para 
Ko Phi Phi, esse serviço você pode comprar combinado direto no Chino Town Gallery Guesthouse, pois sai mais barato que comprar individualmente. A sugestão é comprar também já o round trip, que no retorno garante o ferry de volta e o táxi do porto ate o seu hotel de escolha.

A viagem dura 2 horas e custa algo como 10.00USD pela Phuket Ferry.

Faça check-in no modesto Phi Phi Hotel e depois de largar todas as malas, caminhe pela ilha e vá almoçar num restaurante de comida tailandesa.


Vá curtir um fim de tarde na Loh Dalum Bay e aprecie o pôr do sol. Fique atendo que sempre, se você está na ilha para se divertir, rolam inúmeras festas em bares e restaurantes nessa praia.
Antes do jantar procure por passeios para Maya Bay no outro dia pela manhã. Tenha certeza que o operador que você vai agendar entra e atraca na baía, caso contrário você pode ter uma desagradável surpresa em ter que atracar em Loh Samah Bay, ter que pegar um bote/caiaque e remar com o mar sacolejando e ter que subir uma escada de corda e fazer uma caminhada até chegar na ilha principal da Maya Bay. Se você é aventureiro isso vai ser demais, caso contrário você pode se frustrar.

De noite o local do jantar fica a sua escolha, mas existem inúmeras opções na área central da ilha.

Terceiro Dia

Após café da manhã no hotel, vá para o ponto de encontro para início do passeio de Maya Bay. O que você mais vai escutar é que é a baía onde foi filmado A Praia, filme com Leonardo di Caprio.  

Caso não tenha comprado uma mochila seca nas lojas de Ko Phi Phi (a de 3 litros parece suficiente para carregar o que você precisa), os barcos oferecem durante o passeio. 

O ideal é pegar um barco que saia cedo de Ko Phi Phi, pois dependendo da temporada a baía vai estar cheia de turistas, sua maioria chineses, e seu relaxamento na praia pode não ser o que você esperava, além de ter um trabalho a mais para tirar aquela foto cinematográfica.

Ainda para o passeio, considere levar algum medicamento que garanta seu bem estar, pois se o mar estiver muito sacudido é quase garantido que você tenha motion sickness.

Após aproveitar o visual de tirar o fôlego e capturar as melhores fotos da ilha é hora de retornar para Ko Phi Phi.

Almoce no Pirates House, que serve um talharim de arroz delicioso, apesar de levemente picante.

Após o almoço faça uma caminhada pela orla do porto e aprecie a beleza do mar clara da Ton Sai Bay.

À tarde caminhe um pouco mais até a Long Beach, uma praia que possui provavelmente a areia mais fina e branca da ilha, e é um excelente lugar para snorkelling, principalmente durante a maré baixa, que você pode acompanhar pelo site da Wisuki. Durante o dia o caminho à pé é fácil, mas à noite pode ser perigoso por ter que passar sobre rochas entre as praias ou por curtas trilhas na mata.

À noite vá jantar no Khun Va e se acabe comendo arroz dentro de um abacaxi e peça um suco de framboesa na jarra! O local é simples mas a comida é deliciosa.

Aproveite a noite para fazer uma reserva numa operadora de mergulho para o dia seguinte. A operadora sugerida é a Sea Frog, que também tem instrutores brasileiros, facilitando bastante a instrução e planejamento do mergulho.

Quarto Dia

Acorde cedo para tomar café da manhã no hotel e depois seguir para o porto, ponto de partida do barco de mergulho.

Mergulhos fantásticos são feitos nas ilhas de Ko Malong e Ko Bida Nok. Dependendo das condições do mar no dia, dá para ver lagosta, tartaruga e até tubarão.
O passeio de barco é uma excelente oportunidade para passar novamente por Maya Bay, além de passar por outras ilhas menores e ver como é lindo o mar de Andaman.

Após o retorno, almoce no Tom Yam e se renda a um enorme e delicioso peixe frito, que não deixa aquela satisfação de saciedade e prazer glutão!

Não deixe de provar os sorvetes da Fresh & Fruity Frozen Yogurt.


À tarde pegue uma long-tail boat e vá fazer um passeio pelas praias do norte e aproveitar a calmaria e o encanto das belíssimas Loh Lana Bay, Loh Bagao Bay e Laem Tong Beach, e também aproveite para fazer snorkelling ou visitar os manguezais da região.

Voltando para o centro da ilha e para fechar com chave de ouro, vá jantar no agradável Le Grand Bleu e se acabe em camarões ou lagostas!

Quinta dia

Acorde cedo para evitar o sol quente e poder subir para um dos picos da ilha, o Phi Phi Viewpoint, ter uma visão muito bonita do alto da ilha e poder tirar fotos inesquecíveis! A caminhada leva algo como 30 minutos, portanto leve sua água!

Ao retornar do passeio, é hora de dar a última curtida na Loh Dalam Bay ou um pouco da piscina do hotel (mas isso você pode fazer diariamente antes de dormir para relaxar)!


É chegada a parte mais difícil da viagem: organizar as malas e fazer check-out.


Dirija-se ao porto com o bilhete de retorno previamente comprado em Phuket e pegue seu barco. A viagem dura as mesmas 2 horas da vinda.

Chegando ao porto de Phuket, caso tenha reservado táxi, mostre seu voucher ao motorista e vá ao hotel ou direto para o aeroporto.

Faça uma boa viagem!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas de Viagem: Nagoya

Dicas de Viagem: Okinawa

Dicas de Viagem: Kansas City e Redondezas